quinta-feira, 9 de setembro de 2010

O ANTICRISTO - PARTE 4

Leia a parte 3.


Há muitas coisas que precisamos compreender. Perceba que, assim como a Nova Jerusalém não é exatamente uma cidade, um lugar geográfico, mas é a esposa do Cordeiro *30, formada de pessoas; assim, também, o que a Palavra chama de homem do pecado, filho da perdição *31 é, na verdade, um sistema que se opõe a Deus e se faz adorar no lugar de Deus, estabelecendo seu domínio sobre os Homens e, através deles, sobre a Terra (penso que esta seja principal maneira de o diabo se levantar contra Deus, roubando-Lhe o plano, as ferramentas e os enviados para executá-lo). Precisamos ter consciência de que, por causa da volta de Jesus, que colocará um ponto final ao domínio de satanás sobre a Terra, o diabo organizou o sistema anticristo, que, na verdade, não é anti-Jesus diretamente (nem poderia, pois Jesus já venceu *32), mas anti-seus enviados, anti-o cristo que a Igreja deve ser. E, sendo assim, ao impedir a consciência, a formação e a manifestação deste cristo na Igreja, o anticristo impede a volta de Jesus.

Bem, diante disso, certamente, uma pergunta tem ecoado em sua mente: mas, o que fazer?

Penso que há muito em que precisamos ser ensinados pelo Senhor, mas o despertar de nossas consciências para estas verdades é um excelente começo. Precisamos nos abrir para enxergar todo o propósito de Deus e é por isso que Paulo ora:

“Não cesso de dar graças a Deus por vós, lembrando-me de vós nas minhas orações, para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da Glória, vos dê, em Seu conhecimento, o Espírito de sabedoria e revelação, tendo iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos e qual a sobreexcelente grandeza do seu poder sobre nós, os que cremos, segundo a operação da força do Seu poder, que manifestou em Cristo, ressuscitando-O dentre os mortos e pondo-O à Sua direita nos céus, acima de todo o principado e poder e potestade e domínio e de todo nome que se nomeia, não só neste século, mas, também, no vindouro. E sujeitou todas as coisas a Seus pés e  sobre todas as coisas o constituiu como cabeça da Igreja, que é seu corpo, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos.” (Efésios 1:16-23)

Entre outras coisas, Paulo ora para que tenhamos consciência:
- do mistério da vontade de Deus, que, porque quis assim, reunirá em Jesus todas as coisas, do céu, como da Terra *33;
- de que o mesmo poder que operou em nós para que viéssemos a crer naquilo que o Pai fez por nós, em Jesus, este mesmo grande poder opera em nós, para que sejamos e hajamos como Seu Corpo, como a plenitude do próprio Jesus, a forma como Ele age na Terra, hoje, após assentar-se, nos céus, à direita do Pai, acima de todo poder e de todo nome;
- de que estas coisas não se referem a um futuro distante apenas, como costumamos pensar, mas começam neste século;
- de que Jesus foi constituído como Cabeça de um Corpo, que vive neste século e nesta Terra para manifestar a plenitude dEle, para estar sobre todas as coisas; e é debaixo dos pés deste Corpo que todas as coisas devem estar sujeitas; já que, hoje, os pés do Corpo são os pés de Jesus na Terra;
- de que Jesus é Aquele que cumpre tudo em todos, para que o propósito eterno do Pai se realize, e de que nós, a Igreja, somos a plenitude dEle, portanto, é através de Seu Corpo que Jesus cumprirá tudo em todos, neste século e nesta Terra.


Precisamos nos arrepender e voltar onde a Igreja falhou e pereceu: na falta de conhecimento; precisamos conhecer a Deus e ao Seu propósito eterno e ao Seu plano imutável que vem se cumprindo e a respeito do qual Deus é implacável: todo Seu propósito se cumprirá *34 .

Precisamos nos arrepender e voltar ao ponto onde Adão falhou: na busca do conhecimento por conta própria. Não podemos conhecer o que é bem ou o que é mal, fora do conhecimento de Deus. Precisamos conhecer a Deus e prosseguir em conhecê-lO *35. Ora, só há um modo de conhecer a Deus: através de Jesus; seja na revelação da Palavra; seja no relacionamento pessoal e íntimo com Ele, através de gastar tempo em adoração e da oração somente a Ele; seja no corresponder diário com Seu Espírito que habita em nós e, a propósito, é Ele mesmo o grande poder criou a Terra, ressuscitou a Jesus dentre os mortos, fez-nos filhos de Deus mediante a fé em Jesus e que pode operar em nós para que sejamos e hajamos como Corpo de Cristo e cumpramos nossa missão.

Precisamos nos arrepender e voltar ao ponto onde Jesus, o Último Adão, teve êxito completo: buscar e obter todo o conhecimento de que precisamos no Seu Espírito para cumprir Sua missão e corresponder absolutamente com Ele. Foi por isso que Jesus nos deu Seu Espírito, para que possamos corresponder com nosso chamado e cheguemos a ser como está descrito em Hebreus 8:11: ‘E não ensinará cada um a seu próximo, nem cada um ao seu irmão, dizendo: Conhece o Senhor; porque todos Me conhecerão, desde o menor deles até ao maior.

(continua)




Jackeline Sarah

17/06/2010
Postado, originalmente, em 13/07/2010.




* 30: Apocalipse 21:9-10;
* 31: 2 Tessalonicenses 2:3;
* 32: Colossenses 2:15;
* 33: Efésios 1:10;
* 34: Efésios 1:11, A Bíblia Viva

* 35: Oséias 6:3a



Nenhum comentário: