quinta-feira, 10 de junho de 2010

ONDE ESTÃO OS FILHOS????

Acabamos de chegar de mais uma edição do "Jantando na Rua". Distribuímos 96 refeições, pela graça do Senhor. Fomos a lugares horríveis, que nem consigo descrever.

Havia um outro grupo de irmãos distribuindo sopa, nos mesmo lugares que nós. Sempre recebemos dos moradores de rua reações sinceras: recusam receber mais uma marmita, para que possamos entregá-la a outros que, ainda, não comeram naquele dia. Embora as estatísticas oficiais afirmem que eles comem muito bem, todos os dias, inclusive desperdiçando comida, não é o que temos visto nas ruas.

Conversamos com o outro grupo, identificamos os locais nos quais não chegariam e fomos para lá. Encontramos 'multidões' de homens e mulheres, jovens, mas 'acabados', reféns do crack, dormindo ao relento, não sem antes correr atrás da droga. Alguns com fome de dias, outros que já haviam tomado a sopa, mas queriam mais. Todos com sede. Todos com frio.

Não tínhamos roupas, nem cobertores para serví-los. Alguns de nós choraram, sentiram dor, porque a situação é lastimável, é tocante demais andar por lugares tão ... feios, tão... desumanos.... tão... doloridos.

Um mesmo grito deve ter nascido em cada um de nós. De dor e compaixão. De desejo de fazer algo mais por aquelas pessoas...

Em mim, o grito foi: ONDE ESTÃO OS FILHOS DE DEUS?

Ontem, pela manhã, ouvi alguns irmãos muito sinceros proclamarem, com alegria, que Ribeirão Preto havia atingido a marca de 80.000 cristãos de confissão evangélica... sem contar os cristãos católicos... Números expressivos, que tornam meu grito mais dolorido: MEU PAI, ONDE ESTÃO TEUS FILHOS? POR QUE OITENTA MIL PESSOAS QUE DIZEM CRER EM JESUS NÃO CONSEGUEM FAZER A DIFERENÇA NESTA CIDADE? POR QUE RIBEIRÃO PRETO NÃO ESTÁ TRANSTORNADA? POR QUE NOSSA ORAÇÃO NÃO CHEGA A ESTES LUGARES? POR QUE NOSSA AÇÃO NÃO CHEGA A ESTAS PESSOAS?

Agora, estamos na terceira hora da nossa 'participação' no Jejum pelo estabelecimento do Reino de Deus em Ribeirão Preto. Com muita tristeza, soube que apenas quatro ministérios corresponderam à convocação feita pelo Conselho de Pastores, para a continuidade do período de Jejum, onde caberia a cada ministério apenas um dia de jejum, adoração e intercessão no mês. Apenas 24 h em 30 dias...

Isso me dói ainda mais. Oitenta mil se dizem cristãos. Estima-se cerca de duzentas e cincoenta denominações na cidade. Cerca de quatro grupos se organizam para distribuir refeições aos moradores de rua e apenas quatro grupos se dispõem a jejuar e a chorar para que a vontade de Deus se faça em Ribeirão Preto, como no céu...

Ahhhhhhhhhh!

Que o Teu Reino venha, Senhor Jesus, e despedace toda religiosidade existente no cristianismo, católico ou protestante! Que se manifestem os filhos de Deus nesta geração, vivendo o AMOR e levando a Justiça, a paz e a alegria no Espírito Santo por onde estiverem indo e tendo o Teu Reino e sua Justiça como prioridade absoluta, com primazia. Que o Senhor seja adorado e invocado, com o verdadeiro jejum e a partir da verdadeira religião, que ama os órfãos, as viúvas, os necessitados e os irmãos que passam necessidades, da mesma forma como o Senhor nos amou... PAI NOSSO, que O amemos, ABBA PAI, com tudo o que somos, com tudo o que temos, com tudo o sonhamos... com primazia...

Sou grata pelos que o Senhor tem despertado, como os irmãos que nos auxiliaram, hoje, a preparar e distribuir as 96 marmitas e aqueles que se dispuseram a jejuar, interceder e adorar, conosco, hoje.

Continuaremos fazendo a nossa obrigação, como servos inúteis, e 'queimando' nossa kandeya no fogo do Espírito do Senhor. Esperamos que Ele nos prepare para fazermos parte do Seu Exército, descrito em Joel 2. Por agora, choramos, com voz de jejum e intercessão, tocando a trombeta em Ribeirão Preto, não para anunciar vitória, como tantos tem feito, mas para chamar ao arrependimento os filhos de Deus que estão nesta cidade:

por favor, correspondam com o Espírito do Senhor e manifestem-se!!!

Jackeline Sarah
10/06/2010

Nenhum comentário: