sábado, 24 de abril de 2010

E A CULPA É DA BÍBLIA!

Acabei de assistir um programa de entrevistas na TV, onde foi feita a defesa da causa LGBT de forma 'descarada'. Nada de novo, já que a campanha deste segmento é bem organizada e planejada para colocar suas metas em visibilidade.

No final da entrevista, o entrevistado deixou claro que acredita que a homofobia é culpa da Bíblia e que Jesus, se vivesse fisicamente hoje, estaria mais enturmado com os homossexuais que com os heterossexuais. (Perdão, Senhor!)

Não quero me estender no assunto, apenas quero deixar registrado que 96% da população brasileira se declara cristã e, portanto, reconhece a Bíblia como a Palavra de Deus. A Bíblia não incentiva a homofobia, mas chama a homossexualidade de pecado, porque transgride a vontade de Deus para a humanidade. Os cristãos amam as pessoas, ainda que se declarem homossexuais, mas não podem concordar com a prática homossexual. Como lembrou o entrevistado, o propósito de Deus para a humanidade passa pelo "Crescei, multiplicai-vos, sujeitai a Terra e dominai-a" e isso foi dito ao casal: homem e mulher, criados por Deus um para o outro e para seus filhos que viriam.

Ainda que o entrevistado, o entrevistador e a platéia que os aplaudiu afirmem sua esperança quanto ao avanço da causa LGBT e pró-aborto, os cristãos hão de seguir crendo que Deus ama a vida e a família da forma como Ele a instituiu. E, hoje, 96% dos brasileiros se declaram cristãos e devem ser respeitados.

Jackeline Sarah
24/04/2010

Nenhum comentário: