domingo, 7 de março de 2010

RESISTÊNCIAS NOS CÉUS

Um pouco antes de iniciarmos as 24 horas de jejum e oração pelo estabelecimento do Reino de Deus em Ribeirão Preto, adorávamos ao Senhor Jesus e Seu Espírito de Graça e súplica levou-nos às lágrimas, enquanto contemplávamos aquilo que Jesus fez ao tomar nosso lugar.

Pouco depois, iniciamos refletindo sobre nosso desejo de que Jesus mesmo chova sobre Ribeirão Preto e, por quase duas horas, apresentamos ao Senhor as necessidades da cidade e região. Um canto forte de guerra nos veio: "O Rei da Glória marcha para nossa cidade. Quem não temerá Seu Santo Nome? Quem Lhe resistirá?".

Este canto deu acabamento às próximas horas, em que os amados irmãos da Aliança estiveram intercedendo conosco, com paixão e lágrimas. Chegamos à meia-noite, cantando que o Espírito de Jesus estenda a Glória de Deus por toda a cidade. As horas seguintes foram as solitárias da madrugada. Interceder é mais "pesado" que adorar. Ainda assim, estivéramos em mais de quinze pessoas e, na madrugada, sempre estiveram 2 ou 3 reunidos, clamando e cantando. Graças ao Pai por Seus filhos que se dispõem.

Já amanhecia quando fiz um dos meus turnos. Já estávamos há doze horas apresentando as necessidades de nossa cidade e região, arrependendo-nos pelos pecados de Ribeirão Preto, rejeitando o que, na cidade, desagrada ao Senhor e entendendo e profetizando que nada impedirá o que o Pai já está fazendo nesta cidade. Entendi que o Senhor queria falar e fiquei adorando ao Amado da minh'alma, o Desejado de Ribeirão, somente pedindo que chova a Si mesmo sobre a cidade, que Ele mesmo seja nossa resposta.

Foi quando percebi em meu espírito uma grande batalha travando-se nas regiões celestes, como se as ações que o Pai já está liberando como resposta encontrassem uma forte resistência para chegar aqui. Assim:
Uma grande certeza, no entanto, permanecia em mim: nada poderá resistir ao que o Pai já está fazendo nesta cidade. Afinal, o Rei da Glória marcha para cá. Quem Lhe resistirá? Entendi que:

  • o Pai nos precisa na brecha, mesmo após terminarem os quarenta dias de convocação, como atalaias, enxergando a intensa e real batalha travada com as resistências nos céus e clamando, proclamando e vivendo a vitória do Exército de Deus, formado por Igreja e anjos do Senhor, que devem lutar em parceria.
  • É preciso que cessem as resistências em nossas próprias vidas, para que nos concentremos nas muitas que se interpõem às ordens de Deus nas regiões celestes, sempre crendo e confessando que:
O Reino de Deus é indestrutível; Sua vontade, irresistível; Seus planos se cumprirão!
Ao nos humilharmos e confessarmos nossos pecados, mudando nossos caminhos, enquanto clamamos e proclamamos a chegada do Rei a Ribeirão Preto, com Seus anjos, as resistências nos céus serão gradativamente derrubadas e a vontade do Pai se cumprirá em Ribeirão Preto.

Seja assim. Nada há de novo nesta estratégia perfeita de Deus. Talvez, só o que falte seja nós, como Igreja, vivermos a nossa novidade de vida intensamente e até as últimas consequências.

Enquanto O adoramos, com a vida dEle transbordando de dentro de nós para a verdade das nossas vidas, O Reino de Deus se estabelecerá. Sim, seja assim. 24 h, todo dia!

Jackeline Sarah
07/03/10

Nenhum comentário: