domingo, 3 de janeiro de 2010

Não temas número 3

Sobre Ismael, o filho de Abraão com Agar, fruto de uma iniciativa precipitada e equivocada de Sara, Deus fez repousar uma grande bênção, por amor a Abraão, porque viu a aflição da escrava fugindo de sua senhora, porque ouviu a choro de Ismael quando estava para morrer no deserto. O Senhor nem precisava fazer isso, já que não foi ele quem mandou ter este filho, já que não era Ismael o filho a promessa, já que, todas as vezes que Abraão e Sara olhavam para o menino, lembravam-se do seu erro. Mas, Deus é bom e justo. E misericordioso. Deu-lhe um nome que significa que Deus ouve e abençoou em Ismael a sua descendência, que seria um povo muito grande e forte.

Sobre Isaque, contudo, é que estava a promessa. Era ele o filho da promessa, que de Deus recebeu o nome, antes mesmo de ser concebido. Era ele o fruto do milagre de que uma mulher estéril e avançada em anos pudesse dar à luz um filho de um homem de cem anos... Sim, Deus é implacável em cumprir Seu Plano imutável, que vem se desenrolando desde antes da fundação do mundo.

Os descendentes de Ismael e de Isaque, até hoje, estão em conflito. Ismael realmente cresceu e se transformou em muitas nações, povo poderoso. Em Isaque, Deus chamou Seu povo escolhido.
Mas, quando recebe o seu "Não temas!" não era com Ismael que Isaque estava tendo dificuldades.

Como fora nos tempos de seu pai, houve fome na terra e Isaque foi para Gerar e foi bem recebido por Abimeleque, o rei dos filisteus. Como seu pai, mentiu sobre sua esposa, que disse ser sua irmã; foi descoberto, advertido, perdoado, protegido e prosperou muito naquela terra. Tanto, que causou inveja aos moradores de lá. E foi convidado a se retirar dali.

Aí é que as dificuldades começaram: os poços que seu pai havia cavado, foram entulhados pelos filisteus após sua morte. Ao cavar poços, havia disputa com os pastores de Gerar e muitas contendas. E, certamente sentindo-se odiado, Isaque prosseguia e cavava o próximo poço. Até que Deus o abençoou e não houve contenda sobre o último poço que cavara.

Foi depois dessas contendas que o Senhor falou com Isaque, em Berseba, lugar onde, após ouvir o Senhor, ele cavou mais um poço e edificou um altar.

E apareceu-lhe o SENHOR naquela mesma noite, e disse: Eu sou o Deus de Abraão teu pai; não temas, porque eu sou contigo, e abençoar-te-ei, e multiplicarei a tua descendência por amor de Abraão meu servo (Gênesis 26:24).

No meio de todos desafios que Isaque enfrentava, Deus renovou com ele a aliança que havia feito com Abraão, seu pai, e, porque amava Abraão, confirmou a promessa sobre sua descendência.

O "Não temas!" dado a Isaque tem um grande significado para nós. Não apenas porque lemos nas páginas da Bíblia como Deus foi fiel em cumprir sua promessa a Abraão. Mas, principalmente, se considerarmos que Isaque recebeu o "Não temas!" por causa do amor de Deus por Abraão, que o gerou.

Reflita sobre isso. Quem nos gerou para Deus? Que nos deu a vida eterna dEle mesmo? Sim, foi Jesus. Assim, o "Não temas!" dado a Isaque me faz lembrar que, por amor a Jesus, que me gerou, Deus me diz: "Não temas, Sarah, eu sou o Deus Pai de Jesus. Por amor a Ele, vou abençoar-te e cumprirei minha promessa em tua vida!"

Jesus é o descendente da mulher, é o Filho da Promessa de Deus para nos conduzir de volta a Ele; sim, o Pai Lhe deu um Nome antes mesmo que fosse concebido e Seu Nome quer dizer "Ele veio para salvar os Homens dos seus pecados". Sim, Deus prometeu que O levantaria a nosso favor e que, feitos Seus filhos nEle, estaríamos com Ele para sempre, crescendo a cada dia, para ficarmos parecidos com Jesus, somente assim, podendo dar prazer ao Pai, como Ele sonhou. E, em Jesus, o Pai tem para nós coisas que sequer podemos imaginar, infinitamente mais do que tudo o que possamos pedir ou pensar. Ah...!

Sim, por causa de Jesus, há realidades incontestáveis sobre minha pessoa, narradas na Bílbia. Por causa dEle, posso viver bem em meio a dificuldades ou bonanças, com fartura ou escassez. Sim, por causa dEle, sou mais que vencedora em todas estas coisas. Por andar nEle, conforme o propósito do Pai, todas as coisas juntamente cooperam para o meu bem. Permanecendo nEle, nenhuma condenação há para mim. Por causa dEle, sou templo do Seu Espírito e estou sendo construída como casa de Deus. NEle, estou assentada nas regiões celestiais. Juntamente com Ele, estou dentro de Deus. Por Amor a Ele, o Pai me diz, a cada dia, "Não temas!".

Sou grata ao Senhor por sua fidelidade. Nos desafios, nas adversidades e quando tudo estiver bem, sei que vou encontrar poços de águas vivas para saciar minha sede; sei que Ele é meu sustento e provisão, meu abrigo, segurança e proteção, enquanto busco primeiro o Seu Reino e Sua Justiça, amando-O acima de tudo e amando aos próximos como Jesus me amou. Não temerei, mas avançarei em Jesus, correndo para os braços do Pai, 24 h, todo dia!!!

Seja assim.

Sarah
03/01/10

Nenhum comentário: