sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

04/12/09 - AS PORTAS SOMOS NÓS

O turno de adoração que ministramos, hoje, foi muito gracioso e intenso. Estávamos a Zy, a Nani e eu, já na sala do Centro de Adoração. Foi o primeiro turno que fizemos lá, mas a bateria da câmera acabou...

De todo modo, em nossas memórias este turno não será esquecido. Passamos a primeira meia hora adorando com canções e intercedendo. O Espírito me levou a interceder sobre todos os "poderes" que governam sobre a cidade, declarando o Senhorio, o Governo e o Domínio do Rei Jesus sobre todos eles.

O Centro de Adoração fica num ponto estratégico, exatamente no centro da cidade e no meio de muitos poderes estabelecidos. Declarar, a partir dali, o Governo de Jesus foi muito forte. Precisamos fazer isso sempre e especificamente, conforme o Espírito de Jesus dirigir.

Na segunda meia hora, o Espírito nos levou a deixar o violão de lado e adorar com tambores. Ressalvado o detalhe de que não tínhamos tambores lá, o som desta adoração foi maravilhoso e parecia com o que ouvíamos no espírito. Cantando "Santo, Santo, Santo!", ministramos batendo no chão, na divisória, na cadeirinha, na lateral de uma mesa. E sentimos a Presença do Rei, o Cordeiro que foi morto, mas venceu e, hoje, reina, como o Leão da Tribo de Judá. Ministramos, assim, sem cantar mais nada, sentindo a força daqueles tambores para o Rei.

Ao som dos tambores, declaramos que as portas de Ribeirão Preto se abram para que o Rei Jesus possa reinar sobre a cidade. Cantamos: Levantai, ó portas, as vossas cabeças, para que entre o Rei da Glória! Fomos bem específicos, convidando as portas da cidade, da Igreja na cidade, da Nação, do nosso ministério, da nossa vida, da Comunidade que nos acolhe, a se abrirem e receberem o Rei.

Foi muito intenso. Muito gratificante participar do mover de Deus em nossa cidade e Nação. Foi muito forte chegar em casa e receber do Rogério Lima uma canção do Rugido do Leão, que diz assim:
Abertos os céus estão, pois o Filho, com o Sangue, o Caminho abriu. E ali nos colocou, assentados nas regiões celestiais, para que mais uma vez os céus possam invadir a terra. As portas somos nós. Vamos abrir! Nós abrimos a terra.
Amém. Hoje, no primeiro turno que fizemos naquela sala, nós fomos portas, levantamos as nossas cabeças e abrimos a terra de Ribeirão Preto, para que entre o Rei da Glória!

Por favor, entre e permaneça, Amado Jesus!

Jackeline Sarah
04/12/09

Nenhum comentário: