domingo, 7 de dezembro de 2008

A MESA PODE SER VIRADA... E QUE SEJA LOGO!

Quem lê o que escrevo, sabe que, mesmo quando confronto, sou doce. Embora incisiva. Mas, na última terça-feira, na Reunião do Conselho de Pastores de Ribeirão Preto, presenciei uma confrontação muito mais incisiva do que tudo o que já escrevi, sem deixar de ser doce, muito doce. E muito viva, porque traduziu o interior do Pr. João Lot, quanto àquele assunto. E a emoção vívida das palavras do colega expressou muito bem o que eu mesma sinto, embora não fale.

E não tenho falado, não por covardia, mas por estar acompanhando bem de perto esta briga dos teológos da prosperidade "evangélica" com os que, por tantas distorções que ouvem e vêem, já nem admitem mais ser chamados de "evangélicos", embora creiam em Jesus e busquem caminhar com Ele. Tenho poupado meus textos desta discussão, tão fortemente representada e discutida por ambos os lados, porque não consigo me posicionar nem como esses nem como aqueles.

Começamos a refletir, lendo ...


Nenhum comentário: