terça-feira, 28 de abril de 2009

41 - ATÉ AS ÚLTIMAS CONSEQÜÊNCIAS

A Palavra de Deus Se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a Sua glória, glória como do Unigênito do Pai (João 1:14). 

Sim, com Sua vida, Jesus espalhou Graça, Verdade e Glória entre nós. Mostrou-nos o Pai. Mostrou-nos o Caminho para voltar para o Pai. Mostrou-nos a vontade do Pai. Mostrou-nos o Reino, que, um dia, devolverá ao Pai, quando tudo estiver cumprido.



Muitos não O receberam, não entenderam Sua forma de ser Rei. Muitos O rejeitaram e O tiveram por louco ou possuído... Mas, a todos quantos O receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no Seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus. (João 1:12-13).



A vontade de Deus, para dar aos que cressem em Jesus o poder de serem feitos Seus filhos, passava não apenas pela vida de Jesus, mas incluía a Sua paixão e a Sua morte. Incluía aprender a obedecer no sofrimento e continuar obedecendo até a cruz.



Mesmo assim, Jesus não desisitiu de consumar o que fora feito na eternidade.



O Senhor passou momentos difíceis, desde que a Palavra de Deus Se fez carne. Viveu como uma criança simples, aprendeu, chorou, sentiu dores, sede, fome, passou por privações, tentações, confrontos, rejeição, abandono, calúnias, traição. O conjunto de Sua vida incluiu momentos assim, difíceis de se viver, aos quais Ele viveu, um por um, dando sentido à existência de cada ser humano, que sofre.



Posso imaginá-lO, nas noites anteriores à agonia do Getsêmani, à crueldade dos julgamentos, à dor da rejeição e do abandono na cruz, sabendo o que viria e, mesmo sim, prosseguindo?



Se eu puder meditar sobre as dificuldades e desafios que Jesus teve que enfrentar para cumprir Sua missão de pagar minha dívida na cruz...



Se Você puder olhar com seu espírito as dores e privações pelas quais o Amor com que Jesus ama Você o fez passar...

???????????????????????



... se pudermos investir nosso tempo e vontade em contemplá-lO assim, conheceremos um pouco mais do valor que temos pra Ele e o quanto foi determinado, perseverante e obediente à vontade do Pai, que incluia morrer para que nós pudéssemos viver...



Venha o Reino onde o Amor foi levado às últimas conseqüências... por nós!

Jackeline Sarah
jackelinesarah@compromissokandeya.com
Postado, originalmente, em 15/02/08.

Nenhum comentário: