sexta-feira, 29 de agosto de 2008

PREMISSA ... ESSENCIAL

Ao Senhor Jesus, seja toda a Glória! Amém.

Segundo o dicionário Aurélio, premissa é uma proposição que serve de base à conclusão. E essencial é o que é indispensável, necessário. Por isso, chamamos o texto que Você vai ler de “ Premissa... Essencial”. Pode parecer redundante, mas a ênfase é um apelo para que Você leia, compreenda e considere como base de todo o mais que há em nosso blo e ministério. E a oração é para que Você aplique tudo isso em sua própria vida, até a volta de Jesus. Que seja logo! Amém.

O Senhor sempre quis que fôssemos salvos e tivéssemos a vida eterna. A Palavra de Deus nos revela que somente Ele mesmo é quem sabe que pensamentos tem sobre nós (Jeremias 29:11). Por isso, há verdades que escapam à nossa compreensão. Devemos deixar preconceitos, paradigmas e filtros de lado e receber a Verdade revelada na Palavra de Deus. Faça isso em oração!

REALIDADE REAL

As cartas de Paulo, o Apocalipse, os Evangelhos e muitos outros trechos das Escrituras nos mostram que existe um mundo espiritual que acontece paralelamente ao mundo material (leia, por exemplo, Daniel 9:21ss. 10:1-13; 2 Reis 6:17; Efésios 6:12). Existem, simultaneamente, o mundo espiritual, invisível e o mundo material, que podemos ver, tocar. Ao mesmo tempo, temos Deus e todo o mundo espiritual e o mundo físico, incluindo tudo o que é matéria. E a Palavra de Deus nos mostra, também, que o Homem, que é corpo, alma e espírito (I Tessalonicenses 5:23), partilha desses dois mundos que coexistem. Teoricamente, vivemos no mundo material. Mas a vida que temos no mundo material é reflexo daquilo que acontece no mundo espiritual, paralela e simultaneamente. Isto é verdade para todos os Homens, embora aqueles que não reconheceram ao Senhor Jesus como seu Salvador e único Senhor de suas vidas tenham o espírito desligado do Espírito de Deus. Mesmo assim, tanto a bondade e misericórdia de Deus, como a escravidão e as artimanhas do diabo influenciam suas vidas, sendo, até mesmo, fatores determinantes. 

Mas, especialmente nós, os que somos salvos em Jesus Cristo, precisamos aceitar e entender esta realidade. Sim, porque o tempo em que vivemos é uma pequena fração da eternidade e a nossa vida acontece, realmente, no mundo espiritual, do qual o mundo material deve ser o reflexo. Da aceitação, compreensão e aplicação dessa verdade depende nossa postura diante da vida. 

Você sabe: quando viemos para Jesus e nos entregamos a Ele, morremos. E isso aconteceu no mundo espiritual. A partir daí, a vida que há em nós é a vida de Cristo (Gálatas 2:20). Assim, fica claro: embora sejamos, aparentemente, os mesmos fisicamente, no mundo espiritual nosso destino foi completamente mudado, pois deixamos de ser os condenados à separação de Deus para sempre (isto é o inferno!) e passamos a ser, pela misericórdia e graça de Deus, Seus filhos, que viverão eternamente com Ele. Esta é a verdade a nosso respeito, se estamos em Jesus. Todo o restante sobre nós é uma ilusão, é virtual. Tudo o que era velho passou e tudo se fez novo! Obrigados, Senhor, por isso!

Se compreendermos, assim, que o mundo material é na verdade uma aparência e deve ser um reflexo do que é real no mundo espiritual, ao invés de nos debatermos para nos livrarmos de dificuldades, limitações e tribulações impostas circunstancialmente pelo mundo material, saberemos e viveremos de acordo com a realidade de que Deus já nos abençoou com toda sorte de bênçãos nas regiões celestiais, por causa de Jesus, o Cordeiro que foi imolado por nós, ANTES DA FUNDAÇÃODO MUNDO (Efésios 1). Isto é real! Usamos um pleonasmo abundante para definir esta realidade do mundo espiritual: é a realidade real. Assim, chamamos a vida no mundo material de realidade virtual. 

Ao invés de vivermos escravizados pelo pecado e paixões, presos pelas divisões e pesos, seduzidos pelas tentações e armadilhas que nos cercam no mundo virtual (= mundo material), a realidade real (= mundo espiritual) nos faz saber e viver que: Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo e, juntamente com Ele, nos ressuscitou e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus (Efésios 2:4ss).

Não é à toa que somos chamados pela Palavra de Deus de nação eleita, sacerdócio real, povo escolhido como propriedade exclusiva de Deus. Estamos assentados com Cristo no Seu trono, onde Ele reina, para sempre, sobre todo domínio e poder que possa existir. Por isso, somos reino e sacerdotes. E é isso que faz toda a diferença na nossa vida, se soubermos viver conforme esta realidade real, mesmo quando não a estivermos enxergando no mundo virtual da matéria. 

Por causa de Jesus, somos selados com o Espírito Santo, que habita em nós e nos garante que somos propriedade de Deus e temos a vida eterna. E isto não é apenas um futuro que esperamos. Traduz a nossa realidade, hoje. Hoje, estamos assentados com Cristo nas regiões celestiais, porque morremos e a nossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus (Colossenses 3:3). E em que tempo isso ocorre? No presente, é claro, pois é a realidade real! Pode Você enxergar isto? Peço ao Espírito Santo que sim. 

Talvez, Você se pergunte: isto é verdade? Mas, como assim? Estou aqui, sentado na frente do computador, ou estou assentado com Cristo no céu? O que é real? O que é virtual? Posso lhe garantir, com certeza de fé, que, ao mesmo tempo em que Você se encontra sentado em frente ao computador, lendo esta mensagem, sua vida está escondida no Senhor Jesus, que está assentado em Seu trono, para reinar. As duas realidades acontecem ao mesmo tempo, mas a efetiva, a real de fato, é a que acontece no mundo espiritual (a realidade real) e é ela quem deve se refletir no mundo material (realidade virtual). 

E só vai ser assim se Você tomar posse disso e começar a aplicar a realidade real em sua vida diária, para que tudo o que Deus já preparou para Você nas regiões celestiais possa ser efetivamente seu (e Ele já preparou toda sorte de bênçãos espirituais, ou seja, tudo o que Você precisa, para crescer até chegar ao tamanho espiritual de Jesus, cuidado, suprido, protegido, amado, capacitado, enfim, do jeito que Deus sonhou!). 

Eu quero isso para mim! Precisamos mudar nossa perspectiva diante da vida: REAL É A VIDA QUE TEMOS EM JESUS. O RESTO É VIRTUAL. Embora contrarie nossos sentidos, isto é verdade! Temos que viver de acordo com a realidade real. É para nós a Palavra que diz: Desperta, ó tu, que dormes ... e a luz de Cristo te iluminará (Efésios 5:14).

Quer um exemplo fantástico de pessoas que compreenderam o que é realidade real e o que é realidade virtual para os filhos de Deus? Ananias, Mizael e Azarias, cuja história está narrada no livro de Daniel. Eles enxergaram a realidade real de que tinham a vida em Deus e preferiram morrer a perder isso. O fogo, as queimaduras fatais, a dor que sentiriam, as coisas e privilégios que teriam que deixar, foram para eles consideradas como virtuais. Sim, o fogo da fornalha ardente queimaria seus corpos, isso poderia tornar-se realidade no mundo físico, mas não poderia modificar a realidade real de que, ao agradar-se do Senhor e comprometer-se com Ele, tinham a vida n’Ele para sempre. Nada e ninguém poderiam modificar esta realidade real. A vitória assombrosa que obtiveram atesta que aquela realidade virtual foi transformada pelo posicionamento de fé que tiveram, passando a refletir a realidade real, aquela que Deus já havia preparado para os três nas regiões celestiais. E isso influenciou a vida de muitas outras pessoas, para a glória de Deus.

É isso: viver segundo a realidade real expressa nas regiões celestiais resulta em que Deus seja glorificado em sua vida. Por outro lado, permitir que a realidade virtual imposta pelo mundo que nos cerca e por nossa própria carne se concretize e determine nosso modo de viver, contribui para que o reino das trevas se fortaleça. Você precisa se posicionar sobre isso!

Outras pessoas, como Jó, entenderam a necessidade de viver de acordo com a realidade real expressa nas regiões celestiais. E no final das contas, o que estas pessoas afirmaram foi: “Senhor, não importa o que aconteça aqui, contanto que o Senhor seja glorificado, para mim, está bom. Se eu morrer queimado, se perdi tudo o que tinha, se todos os meus filhos morreram ao mesmo tempo, se o leão me engolir de uma só vez, NÃO IMPORTA! O que importa para mim é que Sua vontade se cumpra e o Senhor seja glorificado em minha vida.” E esta postura trouxe ao mundo material a realidade real para eles.

Aplique isso à sua própria vida! O que acontece à sua volta, por mais prazeroso ou difícil que seja, é virtual. Somente sua vida em Jesus é real! 

RESUMINDO 

Podemos utilizar as explicações do Dicionário Aurélio e definir assim:

Realidade virtual é aquela que existe no mundo material, porém sem efeito atual; que é suscetível de realizar-se, ou seja, pode vir a se realizar, dependendo de nossa posição frente às circunstâncias em que vivemos.

Realidade real é aquela que existe de fato e é verdadeira (mesmo que não possamos ver ou tocá-la), ou seja, aquela que está expressa nas regiões celestiais a nosso respeito, porque somos de Jesus, e que se refletirá no mundo material, transformando a realidade virtual naquilo que Deus sonhou para nós. Embora ela exista verdadeiramente no mundo espiritual, o fato de a realidade real vir a se refletir na realidade virtual, também, depende de nossa posição frente às circunstâncias em que vivemos.

... Ananias, Mizael e Azarias, Jó, Pedro, Paulo, Tiago, João... enxergaram a vida real que Deus já tinha preparado para eles e tiveram como perda todas as outras coisas. Eles se dispuseram e se comprometeram com a vontade de Deus, acima de qualquer outra coisa. Foram homens que viveram, tiveram suas famílias, seus empregos, seus ministérios, mas, em tudo isso, escolheram viver de acordo com a realidade real, mesmo quando isso significava dor e sofrimento na realidade virtual. “Se isso, pensavam, coopera juntamente com todas as coisas para o bem dos que amam a Deus e caminham segundo o Seu propósito, glória a Deus, mesmo que eu não entenda como!”

Não somos escravos, nem do pecado, nem do diabo, nem do mundo, nem de nós mesmos. Somos livres para viver a vida real que Jesus nos deu! Ninguém pode impedir que a vontade de Deus se cumpra em nossas vidas, pois somos escolhidos, predestinados, amados, chamados e feitos Filhos de Deus, pela Graça de Deus, manifesta no Amor que levou Jesus a morrer na cruz, historicamente, consumando o que já estava feito desde antes da fundação do mundo por nós. Esta é a realidade real. Só há uma coisa que pode me afastar desta realidade real: eu mesmo, se meus olhos se desviarem da vida real que Jesus me deu e se fixarem na realidade virtual...

Posicione-se diante desta revelação, pois, seja qual for a estratégia do diabo, aqueles que se comprometerem com o Senhor Jesus até Sua volta, haja o que houver, têm recompensa garantida. Leia Apocalipse 15:2ss, comprove e posicione-se!

Jackeline Sarah
jackelinesarah@compromissokandeya.com
Postado, originalmente em 01/10/07

Nenhum comentário: