sexta-feira, 24 de outubro de 2008

PEDRADAS DOERIAM MENOS...

(...)

É aqui que minha tristeza se transforma em ... ira. E, revoltado, meu coração pergunta:

Por quê? Por que não se re-instaura o apedrejamento dos adúlteros?


Por que não vão os líderes religiosos deles pegar as primeiras pedras e atirá-las, olhando em seus olhos e vendo-os morrer?

Por que se insiste nesta disciplina que mata a pessoa aos poucos, por saber-se que errou e por jamais poder, mesmo que se arrependa e peça perdão e ainda que seja aceita por seu cônjuge, sim, jamais poder usufruir da liberdade da comunhão dos santos, ou melhor, dos que estão se esforçando para parecerem santos e não deixam que seus erros transpareçam à liderança...?

leia mais em:PEDRADAS DOERIAM MENOS...


Nenhum comentário: